O Brasil tem 11,5 milhões de analfabetos, de acordo com o IBGE


A educação se divide em algumas etapas, sendo necessário começar pela educação básica. E é justamente nesta etapa que o país se encontra com mais dificuldades para progredir. De acordo com o IBGE, o país possui cerca de 11,5 milhões de analfabetos e esse número é muito significativo para o nosso desenvolvimento. Entenda a notícia lendo o texto a seguir:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é responsável por gerar diversos dados importantes para o país e um deles indicou um índice significativo de brasileiros analfabetos.

De acordo com os índices registrados historicamente, sempre existiu um percentual grande de pessoas que não haviam sido alfabetizadas ou que não haviam concluído a educação básica, que se divide em educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.

Na maioria das vezes, esse percentual representava uma parte da população que já possuía uma idade avançada e teve os estudos interrompidos anteriormente. O que realmente assustou acerca dessa notícia, foi a variedade de faixa etária para esse percentual não alfabetizado.

Os dados do IBGE indicam que grande parte desses cidadãos que não sabem ler ou escrever tem cerca de 15 anos, o que pode estar afetando muito o cenário educacional e profissional do país a longo prazo.

O Governo havia proposta uma meta educacional que visava erradicar o analfabetismo no país até 2024, o que se torna totalmente inviável após o lançamento dos dados acima.

Qual a proposta do Governo para reverter o percentual de analfabetismo no país?

Após descobrir esse número tão insatisfatório, o brasileiro passou a exigir um posicionamento do Governo para modificar essa situação, mas até agora as propostas continuam sendo os programas educacionais já existentes.

Um deles é o Encceja, que promove a certificação do ensino fundamental e médio a partir de uma única avaliação. As inscrições Encceja 2021 são gratuitas e espera-se que mais pessoas possam participar da prova.

Para realizar a prova do ensino fundamental, é necessário que o jovem tenha ao menos 15 anos completos até o dia da avaliação. Enquanto isso, o candidato que irá participar da prova para ensino médio, precisa ter ao menos 18 anos completos até a realização do Encceja.

Uma outra opção é o programa Educação para Jovens e Adultos (EJA), que permite a conclusão do ensino básico em menos tempo em instituições públicas de ensino.

O sistema educacional se assemelha ao tradicional, possuindo aulas regulares no período da noite, assim como entrega de trabalhos e realização de provas.

Have any Question or Comment?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *