Categoria: Geral


Para que o candidato possa realizar a Inscrições Prouni 2019 é preciso que ele tenha feito a prova do Enem 2018 e ter obtido nota maior que a média geral de 450 pontos e ao menos 500 pontos na redação. Também é preciso que o participante se encaixe em ao menos uma das características listadas a seguir para poder concorrer a bolsas parciais pelo programa:

  • Conclusão do ensino médio numa instituição pública de ensino;
  • Conclusão dos estudos em escolas públicas e privadas desde que tenha recebido bolsa integral;
  • Possuir algum tipo de deficiência incapacitante;
  • Ser professor pertencente a rede pública de ensino.

Para poder participar da concorrência das bolsas integrais é preciso que a renda familiar mensal bruta não ultrapasse um salário mínimo e meio por pessoa e isso deve ser informado logo quando for realizar a inscrição.

Datas Prouni 2019

O cronograma contendo os horários e dias que as Inscrições Prouni ficarão abertas, está disponível no site do programa. Para ter acesso basta acessar seu endereço eletrônico. As inscrições Prouni 2019 acontecem duas vezes no ano sendo que uma é logo no início do ano, no dia 31 de janeiro de 2019, e a outra na segunda metade do ano por volta do mês de junho.

Todo o processo é totalmente gratuito e é realizado pela internet. Geralmente, o resultado com a lista de quem foi classificado acontece em duas chamadas. Após as convocações terminarem são abertas as Inscrições Prouni para aqueles estudantes que tenham interesse nas vagas remanescentes do processo regular. Para poder concorrer é preciso preencher todos os requisitos listados anteriormente com exceção da realização do Enem. Assim, se o candidato participou em qualquer edição do Enem a partir de 2010 já pode fazer a Inscrições Prouni para as vagas remanescentes.

Documentos Inscrições

Para que o candidato possa se inscrever no Prouni é preciso inserir os números do CPF e RG além de apresentar o número de inscrição do Enem e senha. Se não se lembrar mais da senha basta acessar a página do exame e selecionar a opção Recuperação de senha.


Olá, bem-vindo ao nosso site! Aqui você irá encontrar diversas informações a respeito do Detran Rio de Janeiro. Navegando pelo nosso conteúdo o usuário aprenderá como fazer a consulta de suas multas de trânsito, como paga-las, além de ter acesso a informações sobre o Licenciamento 2019 RJ, calendário de valor do IPVA 2019 RJ e além de diversos outros tipos de informações.

O www.detran.rj.gov.br conta com um ótimo conteúdo evolvendo artigos bastante informativos, que tem como objetivo principal oferecer sempre as melhores e mais completas informações para todos que o acessam esclareçam suas dúvidas. Vale lembrar que o usuário, além de consultar a tabela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), também aprenderá como efetuar o pagamento da mesma.

Além do IPVA, existe também o licenciamento, que se trata de um procedimento obrigatório e acontece de ano em ano que tem a função de autorizar que o veículo circule pelas vias do estado, alegando que o automóvel atende a todas as regras de segurança relacionadas ao setor automotivo. Tire agora suas dúvidas referentes ao Detran RJ, leia atentamente nossos artigos!

DETRAN RJ

Detran RJ – O Departamento Estadual de Trânsito do estado de Rio de Janeiro tem investido bastante do atendimento eletrônico para poder facilitar a vida de todos os cidadãos que utilizam do serviço e também dos servidores públicos.

Hoje é possível encontrar vários recursos disponíveis no site Detran Rio de Janeiro e que ajudam a resolvermos as pendências do dia a dia. Os cidadãos devem entrar no site desse órgão público para consultar os recursos disponíveis online antes de procurar o atendimento presencial, economizando tempo e tornando mais seguro.

Alguns recursos ainda não estão disponíveis na internet, mas o Detran está trabalhando para trazer o maior número possível de recursos para facilitar a vida das pessoas. Aqui iremos apresentar alguns recursos disponíveis para que as pessoas tenham conhecimento.

É sempre bom entrar no site para conferir o que podemos consultar, existem muitos cidadãos que ainda procuram os atendimentos presenciais para poder resolver pendências que poderiam ser resolvidas através da internet. Leia o texto abaixo e confira um pouco mais a respeito do Detran e seus serviços e a respeito sobre os recursos online já disponíveis oferecidos pelo Detran RJ.


Como pode um livro de desbragada positividade chamar-se “O Anti-Édipo”? A negação presente no título não estaria comprometendo a pura afirmação de suas “paixões insanas” e “intensidades mutantes”? O Anti-Édipo presta hommage ao “Anticristo”, de Nietzsche. Deleuze e Guattari sintetizam Marx com Nietzsche para levar a superação do niilismo passivo a um ponto extremo. No “Anticristo”, a crítica da culpa judaico-cristã que se infiltrou nos ideais e instituições da modernidade, na verdade, na ciência, na política. No de 1972, a crítica da edipianização generalizada com que o capitalismo domina por dentro do desejo, das artimanhas da felicidade, das armadilhas do sucesso, na coincidência entre fluxo do desejo/moeda e repetição infinita da dívida. A sociedade não se baseia nas necessidades, mas nos excessos, eles é que definem os corpos plenos do social: selvagem, bárbaro ou civilizado. “The road of excess leads to the palace of wisdom…You never know what is enough until you know what is more than enough.” (Blake)

Portanto, o desejo, o consumo, o dispêndio e o desperdício, tudo isso está na base. As máquinas sociais têm que dosar a produtividade enlouquecida por meio de elementos de antiprodução, sob o risco do excesso construir o seu reino. Este é um tema central do “Anti-Édipo” que vem de Marx, do capitalismo como aprendiz de feiticeiro que desencadeia forças que precariamente tenta controlar. Daí tantas alianças propostas com esse jorro de liquidez-desejo: dos novos gestores comportados da esquerda keynesiana aos monetaristas da financeirização irrestrita, da vontade prometeica de tomar posse do processo e tudo controlar ao antiprometeísmo burkeano para quem diante do Anticristo é preciso comer pelas bordas com reformas graduais e seguras. Entre a euforia de habitar as velocidades infinitas ao gosto niilista de um Nick Land e a linguagem cada vez mais autorreferencial dos antropocenólogos que se comprazem em celebrar a própria melancolia, dois núcleos escapistas perfeitamente adequados à atmosfera pós-punk (entre erudição alternativa, cigarros e masturbação).

Para Deleuze-Guattari do Anti-Édipo, somente uma esquizoanálise será capaz de afirmar duas vezes a insanidade globalizada do capitalismo all-out. É Artaud + cyberpunk, Lacan com Burroughs, num tempo de guerra difusa sob o controle da Nova Police, onde o esquizo é feito POW. Fomos soterrados pelo ruído da pós-modernidade? Nos esfumamos em seu crepúsculo branco, nos clarões onipresentes da comunicação total? Ainda temos ouvidos para ouvir o “Anti-Édipo”?